racas-de-caes, caes, animais-de-estimacao -  - O que você não sabe sobre o magnífico cão Chow Chow

O que você não sabe sobre o magnífico cão Chow Chow

O surgimento do lindo Chow Chow na História

O Chow Chow é uma das mais antigas espécies de cachorros que foram feitas pelo ser humano sem que experimentasse grandes alterações em suas particularidades. Há informes de estátuas do cão de mais de 4 mil anos e em documentos redigidos do período de onze mil antes de Cristo.
A sua naturalidade, diferente do que diversas pessoas supõem, foi na Mongólia e não na China, isso porque historiadores asseveram que esta raça foi gerada em nações que eram conhecidas principalmente por causa da violência, como a civilização Mongol.
Com uma era cheia de invasões na China, os mongóis trouxeram este cachorro bastante cativante para a China. Sua figura lembra muito a de um leão, além de serem robustos e magníficos. Para os mais religiosos, a escuridão que existe na cavidade bucal de um Chow Chow é uma maneira de deixar afastados os espíritos ruins.

Peculiaridades do pet Chow Chow

Sua robustez, distinção, fidelidade e estabilidade se evidenciam como suas particularidades relevantes, entretanto seu estilo reservado também merece destaque. É ágil e proporcional em seu todo. Quando você pensa em Chow Chow, a primeira imagem que vem à tona é a sua enorme língua azul escura.
A cabeça é comprida, o stop não é muito proeminente, com a trufa longa, sempre de cor preta, sem contar os cães de cor creme ou quase brancos, em que a trufa de cor mais clara é assentida, embora a de cor preta seja sempre predileta.
Os olhos são pretos, pequeninos, de molde ovalado. Encontram-se ainda os espécimes com a cor da pelagem igual a seus olhos, por exemplo: cremes e azulados. Ele tem as orelhas distanciadas, bem grossas, embora pequenas. Seu dorso é curto, retilíneo e resistente, seu peitoral é extenso e fundo, e seu rabo é alto, envergado e bem implantado no quadril.
A pelagem do Chow Chow é abundante, espessa, e pode ser lisa ou áspera, dura ao tato, com subpelo macio. A cor é capaz de ser o preto monocromático, vermelho, loiro, azulado, creme ou branco, com gradações, mas sem pintas – debaixo da cauda e na face posterior das coxas a coloração é, de modo geral, menos escurecida.

O gênio da raça Chow Chow

Em geral, o Chow Chow possui temperamento manso e equilibrado, todavia é um cachorro retraído, insubmisso, com forte impulso de caça, protetor aficcionado e absolutamente leal ao dono. É tido como excessivamente defensor e pode, ao longo dos dias, mostrar-se excessivamente hostil em relação às pessoas estranhas ao relacionamento em família.
A fim de evitar todo tipo de descontentamento no que diz respeito às visitações, você necessita de começar a socializá-los desde pequeno com pessoas estranhas e os demais cães. Se você é inexperiente e não possui voz firme, é bem melhor não ter este espécime, pois ela é bem resistente e soberana. O adestramento enquanto filhote auxilia na formação de caráter e no ajuste à convivência com todo mundo. Após a fase adulta, o Chow Chow também pode revelar-se ofensivo com outros cachorros, principalmente os que têm o mesmo sexo.
Por não ter um porte grande e não precisar de tanto exercício físico, o Chow Chow é visto como um bom cachorro para pequenas residências, em contrapartida, deve consumir sua energia como qualquer outro cachorro, e neste caso, passeios frequentes de coleira são recomendados para que não tornem-se destruidores.

Vantagens de ter um cão Chow Chow

Frequentemente os Chows são cahorros de ‘um-dono-só’ e deixam bem evidente o eleito. Com indivíduos desconhecidos, procedem de maneira ainda mais reservada. Os Chow Chow não têm o hábito de latir, porém, no momento em que isso acontece, saiba que existe alguma coisa que não está certa.
Seu porte físico e a pelagem vasta não aconselha exercícios em excesso especialmente durante os ciclos mais quentes do dia. Na mesma proporção que sua língua vai ficando mais clara, é indício de que estão exauridos e têm que relaxar.
Mesmo com sua pelagem comprida, não costumam perder muitos pelos ao longo do ano, apesar disso, na época da ‘muda’, a queda é intensificada. Todavia, essa raça deve ser penteada a cada dia. O pelo dos Chow Chow possui uma oleosidade inerente, então os banhos carecem de ser regulados e nunca imoderados.

Problemas comuns do Chow Chow

Uma enfermidade que afeta a inúmeros Chow Chow é a Entropia, que se configura por uma irritação em seus olhos. Tal condição é proporcionada por uma deformação na pálpebra. Por esse motivo, o proprietário tem necessidade de esterelizar regularmente a região. Outras enfermidades podem atingir o Chow Chow, como a displasia da bacia, luxação no joelho e a catarata.
Além dos cuidados habituais com a exposição dos cachorros ao calor, os Chows são especialmente sensíveis a alguns problemas como problemas na pele e doenças hormonais.
Procure um bom horário para passear com seu Chow Chow a fim de que ele não fique desanimado e fique mais afável e mais calmo, entretanto não imagine que vai ser simples: eles não ficam mansos sempre que estão em uma coleira.

Atividades e perfil psicológico da raça Chow Chow

É significativo instruir o Chow Chow, no momento em que possível, com muito cuidado, paciência e flexibilidade, mas a todo momento com liderança, deixando evidente para ele que você é o líder.
O estilo de pelo liso necessita de escovação a cada semana; porém o estilo mais áspero necessita ser penteado a cada dois dias, ou diariamente no momento da etapa de troca dos pelos.
A escova necessita ser macia e flexível, para que seja capaz de remover os embolados. Caso exista algum nó, primeiro elimine-o à mão, em seguida passe o pente calmamente. Aplique um banho mensalmente em seu Chow Chow.
O Chow Chow pode ficar em qualquer aposento da residência, não existe obrigação de repousar do lado exterior. Ele deve se exercitar frequentemente.
A nutrição do Chow Chow precisa ser balanceada, com o consumo de proteínas, fibras, hidratos, gorduras, minerais e vitaminas. A melhor escolha é uma ração de qualidade boa. Lembre-se de constantemente deixar uma tigela com comida e outra com água, sempre próxima do seu animal doméstico.

Filhotes do cão Chow Chow

Na seleção dos filhotinhos, é essencial relembrar que, no momento em que os filhotes de Chow Chow nascem, têm a língua apenas rosada, que vai escurecendo gradualmente até que se torna completamente “azul escuro” quando eles possuem oito semanas de existência.
Embora eles possam ser incríveis cachorros de acompanhamento, não irão poder ser expostos e nem deverão ser empregados para proliferação, já que essa é uma falta que o desprestigiaria.
Por suas características de comportamento, as crias têm que ter lições de obediência desde bem cedo. Os filhotinhos não são exatamente destrutivos ou arteiros, o que é capaz de iludir os donos no que se refere à precisão do adestramento para disciplina.
Até os seis meses de idade, os filhotes carecem de ser nutridos de quatro a cinco vezes por dia. Depois disto, o número deve reduzir progressivamente, até uma refeição pela manhã e mais uma ao entardecer.

Curiosidades a respeito do Chow Chow

Não é possível afirmar com certeza as origens do Chow Chow. Os fatos mais populares são: sua procedência é de origem chinesa e possivelmente são originários do Mastim Do Tibet.
– A raça é chinesa, contudo Chow Chow não é uma denominação chinesa. É um termo originário do inglês coloquial com o objetivo de se aludir aos bibelôs e às importações asiáticas. Na China, a raça é chamada de Songshi Quan, que quer dizer “cão leão empolado” na nossa língua.
– Até mesmo, dá para perceber se um Chow Chow não é pedigree verificando a coloração de sua língua. Se for mais puxado para o rosa, não é uma raça autêntica.
Efetue uma tosagem periodicamente, para manter o pelo bem cuidado e bem formoso.
O Chow Chow não é um exímio nadador – Muitas pessoas pensam que todo cão tem capacidade de nadar, todavia algumas espécies não sabem nadar muito bem. Pela grossura da pelagem do Chow Chow, ela torna-se mais pesada e ele não consegue aguentá-la à medida que vai encharcando.